ATAQUE: Criança de 1 ano e 7 meses morre após ser atacada por cachorro em Simões Filho

Foto: Reprodução
Uma criança de 1 anos e 7 meses foi atacada e morta por um cachorro da raça pit bull, em Simões Filho, na Região Metropolitana de Salvador (RMS). De acordo com informações, o cão pertencia a família. O caso aconteceu no final da tarde deste sábado (5/08), mas o fato só foi divulgado neste domingo (7/08).

Conforme informações de testemunhas, o animal ficava sempre preso. A tragédia aconteceu após a criança ter ido para perto da casa do animal. Nesse momento, o cão escapou e partiu para cima da menina. Desesperada, a mãe ainda tentou defendê-la, mas não conseguiu evitar o pior. O cão só soltou a criança após levar uma paulada na cabeça, depois que um homem ouviu o pedido de socorro.
A menina chegou a ser socorrido com vida, mas morreu ao dar entrada na Unidade e Pronto Atendimento (UPA). Com a constatação do óbito, o corpo acabou sendo removido ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames de necropsia.

Comoção
O sepultamento da menina aconteceu por volta das 16h30 deste domingo (06/08), no cemitério São Minguel, no Bairro Ponto Parada. Como já era esperado, o clima de comoção tomou conta do local.
Ainda não existe uma determinação sobre o que será feito com cachorro. A família da vítima não quis comentar o caso. O ataque aconteceu em uma região conhecida como Pedreira de Aratu.

Pesquisas mostram que Pitbulls são responsáveis por cerca de sete em cada dez ataques de cachorros. Em Denver, no Colorado, e em Miami, na Flórida, por exemplo, os pitbulls, dentre outras raças, foram completamente banidos. Quem desrespeitar a lei está sujeito a multas. Já a Dinamarca 13 raças são vedadas no país – e também qualquer cão resultado de mestiçagem entre elas. Na lista, estão o pitbull, o buldogue americano e o fila brasileiro.








Fonte:Simões Filho Online

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.